Nelson, 52 anos de Caiçaras

entrevista nelson2O mais antigo funcionário do Caiçaras responde pelo nome de Nelson Santana. Ele contabiliza 52 anos de casa, sendo que está na sauna desde o primeiro dia em que ela funcionou no clube.

Com quase 70 anos de vida, completados agora em agosto, ele conta que o espaço da sauna foi inaugurado há 40 anos, graças à iniciativa do Comodoro da época, José Garcia. “Eu trabalhava para o ‘seu Garcia’ na construção civil, foi ele que me trouxe para cá. Fiquei um tempo na Sede Social, um tempo na Náutica, até que começou a obra da sauna”, lembra.

A novidade veio acompanhada de preparação. “Para poder atender aqui, passei um mês inteiro trabalhando na Sauna do Leblon. Recebia meu pagamento pelo clube, mas passava o dia em treinamento lá, aprendendo como tudo deveria funcionar”, diz.

Para ele, sua relação com o clube tem um valor especial. “Meu filho mais velho tem 33 anos. Toda a formação dele e dos mais novos se deve ao meu trabalho aqui. É uma vida, minha segunda casa, com sinceridade”, afirma, com os olhos marejados.

Nelson tem três filhos. Já é aposentado, mas optou por continuar trabalhando. Diariamente, entra na sauna às 15h e sai às 22h: “De manhã tem o pessoal da limpeza, mas a partir da tarde, sou eu que dou conta de tudo isso aqui”.

Ele recorda com carinho dos sócios mais antigos, a maioria já falecida. “Hoje vejo passar pela porta os filhos dos filhos dos meus amigos de antigamente. Conhecia uma turma muito boa aqui”, recorda, com saudade.

Salvar