Nota de falecimento

O Caiçaras comunica o falecimento do ex-Conselheiro Vitalício e ex-Vice-Comodoro Náutico José Gonella Castello Branco na sexta-feira, 9 de fevereiro.

“Castello foi o grande mentor da vela no Brasil, não só no clube. Foi ele quem trouxe ao país a classe Optimist, para os iniciantes no esporte”, revela o sócio e velejador Luiz Paulo Gonçalves, o Vovô, que conviveu por muitos anos com Castello. “Para mim, ele era um segundo pai. E para o clube, foi, sem dúvida, um Vice-Comodoro extremamente atuante. Trouxe títulos mundiais, sul-americanos e brasileiros. Foi ele quem construiu a primeira sala de musculação do Caiçaras, conseguindo patrocínio para trazer os equipamentos que ele achava fundamentais para a capacitação física dos velejadores. Foi ele também quem conseguiu, junto à Marinha, o mastro do clube”, relembra.

Luis Manoel do Nascimento, o “Seu Luis”, funcionário mais antigo da Náutica, conta que, em 1972, Castello Branco levou ao Caiçaras um projetista para fazer o primeiro barco Optimist do Brasil. E que, em 1992, Castelo foi homenageado com a criação da classe Castelão, que nasceu da vontade de facilitar as primeiras aulas de vela, quando o aluno ainda não desenvolveu equilíbrio e confiança suficientes para pilotar sozinho um Optimist. “O ‘Seu Castello” uma vez falou para mim ‘poxa, o Optimist leva uma criança só. Por que a gente não faz um barco maior, no mesmo estilo, para levar três ou quatro garotos? Vai ser mais fácil aprender assim. E eu acho que você consegue fazer, Luis’”, conta. “Eu respondi ‘tá bom, mas não vai sair nada fantástico, porque eu não sei fazer o desenho’. Fizemos quatro barcos que até hoje servem para a escolinha de vela”, recorda.

Dias 3 e 4 de março, sábado e domingo, a partir das 13h, a Regata Castello Branco, que acontece anualmente, contará com uma homenagem especial ao ex-Vice-Comodoro, com a presença de sua família.