Venha conhecer a bocha!

Se você ainda não conhece o espaço da bocha, vale conhecer, seja para tentar uma partida ou só para curtir a paisagem – a bocha fica em um cantinho especial, seguindo a trilha atrás das piscinas.

A bocha funciona diariamente, das 9h às 23h, e para usar o espaço basta acionar os funcionários responsáveis (Joel, no turno da manhã, e Piscina, noite). Eles disponibilizam o material necessário e até ajudam os iniciantes no esporte. “Pode vir em grupo ou sozinho mesmo, que a gente coloca o nome no quadro, explica, dá dica, joga até junto se for preciso”, afirma Joel Silva dos Santos. Ele conta que, apesar de ser um jogo que tradicionalmente atrai um público mais velho, é possível encontrar jovens entre 25 e 30 anos já se organizando para partidas. Os dias mais movimentados são os sábados, domingos e feriados.

Origem da bocha – A bocha nasceu no Império Romano e o objeto usado para a prática do esporte recebe o nome do jogo, bocha. Trata-se de uma bola pequena de madeira ou resina sintética.

A bocha pode ser jogada entre duas pessoas ou duas equipes. Cada jogador ou equipe tem direito a 4 bochas por partida. O início do jogo se dá com o arremesso de uma bola pequena denominada bolim. O lugar em que o bolim para passa a ser o ponto para onde as bochas devem ser lançadas. Ao lançar a bocha (sempre pelo ar, não por rolamento), o jogador precisa se aproximar ao máximo do bolim, procurando, ao mesmo tempo, empurrar as bochas adversárias para longe dele. Ganha quem conseguir aproximar mais bochas do bolim.