Esporte é vida: por dentro do beach tennis

Esta semana, na coluna “Esporte é vida”, vamos falar sobre o beach tennis.

O esporte, que surgiu na Itália, em 1987, só chegou ao Brasil em 2008, nas praias do Rio de Janeiro.

Mas, em uma década, o nível dos jogadores brasileiros evoluiu tanto que o país já é considerado a segunda maior força do mundo no esporte, atrás apenas da Itália, criadora da modalidade. E quem afirma isso é a International Tennis Federation (ITF), entidade que administra o tênis mundial.

No Caiçaras, as aulas começaram em 2016, sempre ministradas pelo professor Josué Martins, mais conhecido como Romarinho.

Romarinho, inclusive, foi convocado para representar o Rio de Janeiro na Copa das Federações de Beach Tennis, que acontece em outubro em Jurerê, jogando na categoria avançada.

Guilherme Prata e Romarinho no Desafio de Beach Tennis

É com Romarinho também que acontece, no próximo sábado, 28 de setembro, o Desafio de Beach Tennis. Ao lado de Guilherme Prata, ex-jogador da seleção brasileira, Romarinho faz um Jogo Apresentação às 10h, seguido do desafio. Os interessados podem se inscrever na Secretaria ou no dia (sujeito a lotação). Quem conseguir ganhar um game da dupla levará um brinde. Sócios não pagam e convidados pagam R$ 10 na hora.

Confira nossa conversa com Romarinho sobre a modalidade:

Crescimento constante
“O beach tennis é um esporte relativamente novo no Brasil, tem mais ou menos dez anos que é praticado. Mas é o esporte que mais cresce no Brasil”.

Benefícios da modalidade
“São muitos benefícios. Eu elencaria:
– Melhora o condicionamento físico;
– Melhora a coordenação motora;
– Melhora noção de tempo e espaço;
– Melhora circulação sanguínea;
– Fortalece os ligamentos;
– Tem alto gasto calórico;
– Melhora sistema cardiocirculatório;
– Melhora o sono;
– Melhora a velocidade de reação, pois a bola é rápida;
– E é ótimo para quem odeia academia, pois o praticante faz exercício, gasta caloria, e nem percebe. É um esporte viciante!”.

Esporte democrático
“O beach tennis é democrático.Todos podem participar e é uma das poucas modalidades em que há três gerações na mesma quadra – neto, pai e avô”.

Ciclo de amizades renovado
“Praticar beach tennis também aumenta o ciclo de amizades. O clima é de total confraternização”.

Caiçaras nos torneios de beach tennis
“Nas competições, há divisão por nível técnico: categorias profissional, A, B e C. No Caiçaras, temos alguns sócios que jogam torneios fora do clube, como Letícia Cavalcanti, Miguel Sá, André Mory, Lucia Marques e Adriana Parente”.

Como participar
Aulas de segunda a sexta, em diversos horários nos períodos da manhã e da tarde. Uma hora de aula, com até quatro alunos por aula.

Matrícula: sócio, R$ 125; convidado, R$ 150.

Mensalidade: 1vez por semana, R$ 165 (mensal); 2 vezes por semana, R$ 275 (mensal). Convidados pagam, além da mensalidade, taxa de manutenção do clube, de R$ 100 por mês.

Confira aqui todas as escolinhas de esportes do Caiçaras (exceto tênis), dias, horários e valores das aulas.

Confira aqui dias, horários e valores das aulas de tênis.