Caiçaras se despede de Matias

Na última quarta-feira, 9 de maio, o Caiçaras se despediu de um de seus mais antigos funcionários, José Matias Alves, que por quase cinco décadas ocupou o posto do café do Salão Social e das Salas de Jogos.

“Eu fui criado aqui. Cheguei com 18 anos, estou com 69 anos. Para tudo tem o tempo determinado por Deus. Deus permitiu que eu chegasse até aqui e estou aqui graças a ele. Agradeço à Dona Inês (Maria Inês Lontra, diretora de jogos) e ao Comodoro que organizaram essa surpresa para mim. Nem esperava, nem mereço isso. O homem não merece nada, só Deus mesmo! Agradeço a todos os associados, ao pessoal do jogo, que sempre cuidaram bem de mim”, disse, emocionado.

Para o Comodoro, Fernando Weiss, Matias simboliza uma referência afetiva para todos do clube: “Ele sempre estará na memória dos sócios do Caiçaras”, afirma.

Como homenagem, Matias ganhou uma placa na parede do segundo andar do Salão Social: “Nossa homenagem e agradecimento pelos 47 anos de dedicação e comprometimento com o Clube dos Caiçaras”, diz o texto.

Clique aqui para ouvir a entrevista com Matias.

Clique aqui para conhecer um pouco mais sobre ele.