Tênis: sócios são destaque

Sócios do Caiçaras, de todas as idades e categorias, vêm ganhando destaque em campeonatos externos de tênis. Com apenas 9 anos, Guilherme Ramundo brilhou na Liga Tênis 10 temporada 2018, realizada no último final de semana (11 e 12 de agosto), no Clube Monte Líbano, no Rio. Guilherme faturou o troféu, superando na final Bernardo Rosalem, do Marina Barra Clube.

“Os jogos foram muito disputados, com muita troca de bola e praticamente todos decididos no tie-break”, conta Júlio Ramundo, pai de Guilherme. Ele conta que a Liga é toda pensada para crianças, com quadra e bola em tamanhos específicos de acordo com a idade: “A bola, por exemplo, tem 50% do peso de uma bola normal de tênis, que é justamente para dar qualidade ao jogo”, explica.

Guilherme começou a pegar gosto pelo tênis no Caiçaras, aos três anos, quando o pai o incentivava a brincar com a bolinha e a raquete. Aos 5 anos, começou a ter aulas de fato com o professor Zezinho e, depois, com Alexandre Katz. “Eu mesmo não jogava tênis, mas como o clube tem essa modalidade como uma das principais atividades, sempre incentivei, para que o Guilherme e meu filho mais velho, Pedro, de 13 anos, formassem um círculo de amigos no clube. O tênis congrega muito no Caiçaras. E eles adoram”, conta o pai.

Guilherme foi três vezes campeão do torneio interno do Caiçaras e já ganhou duas Ligas Tênis 10, a deste ano e a do ano passado. Pedro também é campeão no Caiçaras.

“O sentimento da disputa é muito bom, dá força para treinar mais ainda. No dia seguinte à conquista da Liga, Guilherme já queria mais, é estimulante. E ver o Caiçaras ser reconhecido também é legal. As pessoas sempre perguntam onde eles jogam e isso promove o tênis do clube”, completa.

39 anos de tênis no Caiçaras
Outro sócio que foi destaque recentemente foi Eduardo Eugênio G. Machado Figueira, ouro no simples e dupla do Torneio Internacional de Tênis do Estado de Goias-2018. O torneio foi realizado de 23 a 28 de julho, no Country Clube de Goiânia. O torneio vale pontos para o ranking da ITF (International Tennis Federation).

“Treino tênis desde 1979, ou seja, há 39 anos, e sempre pelo Caiçaras. Nunca joguei por outro clube”, conta Eduardo Eugênio, que treina três a quatro vezes por semana, além de ser praticante também de pilates e corrida. “Domingo é meu dia de descanso total”, brinca, revelando jogar de seis a oito torneios internacionais por ano e acumular 10 Campeonatos Brasileiros e quatro Campeonatos Sul-Americanos. Parabéns!